Mais

4.8: Juntando tudo - Geociências

4.8: Juntando tudo - Geociências


4.8: Juntando tudo

4.8: Juntando tudo

4 Portanto, meus irmãos e irmãs, vocês a quem amo e desejo, (A) minha alegria e coroa, permaneçam firmes (B) no Senhor desta forma, queridos amigos!

2 Rogo a Evódia e rogo a Síntique que tenha a mesma opinião (C) no Senhor. 3 Sim, e peço a você, meu verdadeiro companheiro, ajude essas mulheres, pois elas têm contendido ao meu lado na causa do evangelho, junto com Clemente e o resto de meus colegas de trabalho, (D) cujos nomes estão no livro da vida. (E)

Exortações Finais

4 Alegrem-se sempre no Senhor. Eu direi novamente: Alegrem-se! (F) 5 Deixe sua gentileza ser evidente para todos. O Senhor está perto. (G) 6 Não te preocupes com nada, (H) mas em todas as situações, por meio de oração e súplica, com ação de graças, apresente seus pedidos a Deus. (I) 7 E a paz de Deus, (J) que transcende todo entendimento, (K) guardará seus corações e suas mentes em Cristo Jesus.

8 Finalmente, irmãos e irmãs, tudo que é verdadeiro, tudo que é nobre, tudo que é certo, tudo que é puro, tudo que é amável, tudo que é admirável - se algo é excelente ou digno de louvor - pensem sobre essas coisas. 9 Tudo o que você aprendeu, recebeu ou ouviu de mim ou viu em mim - coloque em prática. (L) E o Deus da paz (M) estará com você.

Obrigado por seus presentes

10 Regozijei-me muito no Senhor porque, finalmente, renovaste a tua preocupação por mim. (N) Sim, você ficou preocupado, mas não teve oportunidade de demonstrar. 11 Não estou dizendo isso porque preciso, pois aprendi a ficar contente (O) sejam quais forem as circunstâncias. 12 Eu sei o que é ter necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de estar contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado ou com fome, (P) seja vivendo com abundância ou com necessidade. (Q) 13 Tudo isso posso naquele que me fortalece. (R)

14 No entanto, foi bom você compartilhar (S) em meus problemas. 15 Além disso, como vocês, filipenses, sabem, nos primeiros dias (T) de sua familiaridade com o evangelho, quando eu parti da Macedônia, (U) nenhuma igreja compartilhou comigo no assunto de dar e receber, exceto você ( V) 16 pois mesmo quando eu estava em Tessalônica, (W) você me enviou ajuda mais de uma vez quando eu estava precisando. (X) 17 Não que eu deseje os seus dons, o que desejo é que mais sejam creditados em sua conta. (S) 18 Recebi o pagamento integral e tenho mais do que o suficiente. Estou amplamente suprido, agora que recebi de Epafrodito (Z) os presentes que você enviou. Eles são uma oferta fragrante (AA), um sacrifício aceitável, agradável a Deus. 19 E o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades (AB) segundo as riquezas da sua glória (AC) em Cristo Jesus.

20 A nosso Deus e Pai (AD) seja a glória para todo o sempre. Um homem. (AE)

Saudações Finais

21 Saudai a todo o povo de Deus em Cristo Jesus. Os irmãos e irmãs que estão comigo (AF) mandam saudações. 22 Todo o povo de Deus (AG) aqui envia saudações, especialmente aqueles que pertencem à casa de César.

23 A graça do Senhor Jesus Cristo (AH) seja com o seu espírito. (AI) Amém. [uma]


4 passos para colocar a Bíblia em prática esta semana

Como cristãos, somos responsáveis ​​por colocar a Bíblia em prática diária. Se não tivermos tempo para aplicá-la, a Escritura se torna nada mais para nós do que uma coleção de manuscritos antigos. Paulo nos lembra: “Tudo o que você aprendeu ou recebeu ou ouviu de mim, ou viu em mim - coloque em prática. E o Deus de paz estará com vocês ”(Filipenses 4: 9). Quando colocamos a Bíblia em prática diária, Deus estará conosco. A informação sem aplicação torna-se estagnação. Um dos primeiros passos para aplicar as Palavras de Deus em nossas vidas é lê-lo. A razão de fazermos isso é para que possamos conhecer a Deus, aprender Seus caminhos e entender Seu propósito não apenas para este mundo, mas também para nós individualmente. Há um poder incrível em ler as Escrituras diariamente e o conhecimento que recebemos delas serve como base para a aplicação dos princípios bíblicos em nossas vidas. Se você está pronto para parar de simplesmente concordar com a Bíblia e começar a colocá-la em prática, aqui estão quatro passos na direção certa.


Atos dos Apóstolos

1 Enquanto ainda falavam ao povo, os sacerdotes, o capitão da guarda do templo e os saduceus * os confrontaram, 2 perturbados por estarem ensinando ao povo e proclamando em Jesus a ressurreição dos mortos. a 3 Puseram as mãos sobre eles e os colocaram sob custódia até o dia seguinte, porque já era noite. 4 Mas muitos dos que ouviram a palavra passaram a acreditar e (o) número de homens aumentou para [cerca de] cinco mil.

Antes do Sinédrio. 5 No dia seguinte, seus líderes, anciãos e escribas estavam reunidos em Jerusalém, 6 com Anás, o sumo sacerdote, Caifás, João, Alexandre e todos os da classe do sumo sacerdote. 7 Eles os trouxeram à sua presença e os questionaram: “Por que poder ou por qual nome vocês fizeram isso?” 8 Então Pedro, cheio do Espírito Santo, respondeu-lhes: “Líderes do povo e dos anciãos: b 9 Se estamos sendo examinados hoje sobre uma boa ação feita a um aleijado, a saber, por que meio ele foi salvo, 10 então todos Você e todo o povo de Israel devem saber que foi em nome de Jesus Cristo, o nazoreano, que você crucificou, a quem Deus ressuscitou dos mortos em seu nome, este homem está diante de você curado. 11 c Ele é 'a pedra rejeitada por vós, * os construtores, que se tornou a pedra angular.' 12 * d Não há salvação por meio de ninguém, nem há qualquer outro nome debaixo do céu dado à raça humana pela qual somos para ser salvo."

13 Observando a ousadia de Pedro e João e percebendo-os como homens comuns e sem educação, eles ficaram maravilhados e os reconheceram como companheiros de Jesus. 14 Então, quando eles viram o homem que havia sido curado ali de pé com eles, eles não puderam dizer nada em resposta. 15 Ordenaram-lhes, pois, que saíssem do Sinédrio e conferenciaram uns com os outros, dizendo: 16 “Que havemos de fazer com estes homens? Todos os que vivem em Jerusalém sabem que um sinal notável foi feito por meio deles, e não podemos negar isso. 17 Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, avisemos com severidade que nunca mais fale a ninguém neste nome. ” e

18 Chamaram-nos de volta e ordenaram-lhes que não falassem nem ensinassem em nome de Jesus. 19 Pedro e João, porém, disseram-lhes em resposta: “Se é correto aos olhos de Deus obedecer a vocês antes que a Deus, sejam vocês os juízes. f 20 É impossível para nós não falar sobre o que vimos e ouvimos. ” 21 Depois de ameaçá-los ainda mais, eles os soltaram, sem encontrar como puni-los, por causa do povo que estava louvando a Deus pelo que havia acontecido. 22 Porque o homem em quem foi feito este sinal de cura tinha mais de quarenta anos.

Oração da Comunidade. 23 Depois de serem soltos, voltaram ao seu próprio povo e relataram o que os principais sacerdotes e os anciãos lhes haviam dito. 24 E quando eles ouviram isso, eles levantaram suas vozes a Deus em um acordo e disseram: “Soberano Senhor, criador dos céus e da terra e do mar e de tudo o que há neles, 25 tu disseste pelo Espírito Santo pela boca do nosso pai David, seu servo:

_ Por que os gentios se enfureceram g

e os povos entretêm a loucura?

26 Os reis da terra tomaram sua posição

e os príncipes se reuniram

contra o Senhor e contra o seu ungido. '

27 Na verdade, eles se reuniram nesta cidade contra o teu santo servo Jesus, a quem ungiste, Herodes * e Pôncio Pilatos, juntamente com os gentios e os povos de Israel, h 28 para fazer o que a tua mão e a [tua] vontade há muito planejaram tomar Lugar, colocar. 29 E agora, Senhor, toma nota das ameaças deles, e capacita os teus servos a falar a tua palavra com toda a ousadia, 30 enquanto estende a [sua] mão para curar, e sinais e maravilhas são feitos através do nome do seu santo servo Jesus . ” 31 * Enquanto oravam, o lugar onde estavam reunidos estremeceu, e todos foram cheios do Espírito Santo e continuaram a falar a palavra de Deus com ousadia. eu

Vida na comunidade cristã. * 32 A comunidade de crentes era de um só coração e mente, e ninguém alegava que qualquer um de seus bens era seu, mas eles tinham tudo em comum. 33 Com grande poder os apóstolos deram testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e grande favor foi concedido a todos eles. 34 j Não havia nenhum necessitado entre eles, pois os donos de propriedades ou casas as vendiam, traziam o produto da venda 35 e as colocavam aos pés dos apóstolos, e eram distribuídas a cada um conforme a necessidade.

36 k Assim, José, também chamado pelos apóstolos Barnabé (que é traduzido como “filho do encorajamento”), um levita, cipriota de nascimento, 37 vendeu um pedaço de propriedade que possuía, depois trouxe o dinheiro e colocou-o aos pés dos apóstolos.

* [4: 1] Os sacerdotes, o capitão da guarda do templo e os saduceus: os sacerdotes realizavam a liturgia do templo; a guarda do templo era composta de levitas, cujo capitão era o próximo depois do sumo sacerdote. Os saduceus, parte do judaísmo da época, rejeitaram essas doutrinas, incluindo a ressurreição corporal, que eles acreditavam estranhas à antiga religião mosaica. Os saduceus eram oriundos de famílias sacerdotais e da aristocracia leiga.

* [4:11] O Cristianismo primitivo aplicou esta citação de Salmos 118: 22 a Jesus cf. Mc 12:10 1 Pt 2: 7.

* [4:12] No mundo romano dos dias de Lucas, a salvação era frequentemente atribuída ao imperador que era saudado como "salvador" e "deus". Lucas, nas palavras de Pedro, nega que a libertação venha por meio de qualquer pessoa que não seja Jesus.

* [4:27] Herodes: Herodes Antipas, governante da Galiléia e Peréia de 4 a.C. a 39 d.C., que executou João Batista e diante de quem Jesus foi acusado, cf. Lc 23: 6–12.

* [4:31] O lugar… abalou: o terremoto é usado como um sinal da presença divina em Êx 19:18 Is 6: 4. Aqui, o tremor do edifício simboliza a resposta favorável de Deus à oração. Lucas pode ter tido como motivo adicional para usar o símbolo neste sentido o fato de ser familiar no mundo helenístico. Ovídio e Virgílio também o empregam.

* [4: 32-37] Este é o segundo resumo que caracteriza a comunidade de Jerusalém (ver nota em Atos 2: 42-47). Enfatiza o sistema de distribuição de bens e apresenta Barnabé, que aparece mais tarde em Atos como amigo e companheiro de Paulo, e que, conforme observado aqui (Atos 4:37), tornou-se querido para a comunidade por uma doação de dinheiro por meio a venda de propriedade. Esta partilha de bens materiais continua uma prática que Lucas descreve durante o ministério histórico de Jesus (Lc 8: 3) e está de acordo com as palavras de Jesus no evangelho de Lucas (Lc 12:33 16: 9, 11, 13).


Etapa 5: nota sobre os tamanhos

Para um bloco de 4 remendos, você precisa cortar seus quadrados individuais pela metade finalizado tamanho de todo o bloco mais 1/2 "para margens de costura

Então.
. para um bloco finalizado de 4 "(4 1/2" inacabado), seus quadrados precisam ter 2 1/2 "
. para um bloco finalizado de 6 "(6 1/2" inacabado), seus quadrados precisam ter 3 1/2 "
. para um bloco finalizado de 8 "(8 1/2" inacabado), seus quadrados precisam ter 4 1/2 "
. para um bloco finalizado de 12 "(12 1/2" inacabado), seus quadrados precisam ter 6 1/2 "


Assista o vídeo: Geologia: Tecnologia, Afloramentos Digitais e Quantificação em Geociências