Mais

Ajuda para a criação de aplicativo de mapa da web

Ajuda para a criação de aplicativo de mapa da web


Gostaria de criar uma aplicação web com mapa e gostaria de saber qual plataforma usar. Não tenho orçamentos suficientes para construir minha própria infraestrutura de servidor GIS. Vou usar como mapa base o WMS disponível, e em cima dele haverá pontos, linhas e polígonos. O problema é que quero ter controle total sobre meu GDB e usar os dados habilitados para o tempo. Você pode me ajudar com algumas idéias?


Existem muitas ferramentas para criar aplicativos de mapas da web, mas cada uma é adequada a um caso de uso específico. A verdadeira questão é quais habilidades você possui e quais ferramentas seus usuários precisam.

Se você não deseja escrever / manter nenhum código e requer um rico conjunto de ferramentas prontas para usar, você deve verificar o MangoMap. Aqui está um exemplo do tipo de mapa que pode ser produzido rapidamente sem escrever um pedaço de código:

https://mangomap.com/maps/28077/Lower%20Manhattan%20Commercial%20Space%20Analysis

https://mangomap.com/maps/25821/Bristol%20Property%20Finder#

O Mango também possui ferramentas de edição de dados para que você possa manter seus dados atualizados de dentro do aplicativo ou substituir facilmente os dados existentes fazendo um simples upload.


Eu daria uma olhada no CartoDB, especialmente para as coisas habilitadas por tempo. Também é possível (com uma assinatura paga) conectar sua conta cartoDB ao Google Drive ou dados na caixa de depósito. Seria pelo menos um começo e você pode construir a partir disso com suas APIs.


APLICAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (SIG)

O GIS possui várias aplicações para as quais pode ser utilizado. Esses aplicativos incluem o seguinte:

  1. Defesa: O Sistema de Informação Geográfica (GIS) desempenha um papel central nas operações militares, visto que são essencialmente de natureza espacial. Os conceitos de comando, controle, comunicação e coordenação em operações militares são amplamente dependentes da disponibilidade de informações precisas para se chegar a decisões rápidas para ordens operacionais. Na era digital atual, o GIS é uma excelente ferramenta para comandantes militares nas operações. O uso de aplicativos GIS nas forças de defesa revolucionou a maneira como essas forças operam e funcionam. O GIS é popularmente útil para o exército, marinha, polícia e força aérea. O comando militar que requer informações rápidas e as usa rapidamente para se posicionar em uma guerra futura. As forças militares usam GIS em uma variedade de aplicações, incluindo:
  • Cartografia.
  • Inteligência.
  • Gerenciamento do campo de batalha.
  • Análise de terreno.
  • Sensoriamento remoto.
  • Gestão de instalações militares.
  • Monitoramento de possíveis atividades terroristas.
  1. Agricultura: A aplicação do GIS na agricultura examina maneiras pelas quais esta poderosa tecnologia pode ajudar os agricultores a produzir uma maior abundância de safras e gado com mais eficiência e a um custo menor. A aplicação GIS na agricultura inclui
  • Produção de safras de qualidade com alto rendimento.
  • Produção de animais de criação com rendimentos máximos dentro de um curto período de tempo em gado, navio, cabra, porco, aves, etc.
  • Ele acessa a qualidade dos nutrientes do solo e sua possível melhoria por meio de fertilizantes e esterco.
  • Também fornece meios possíveis de armazenamento de produtos alimentares para usos futuros.
  • Ele também fornece meios possíveis de cultivo de safras usando sistema de irrigação, especialmente durante a estação seca.
  1. Desenvolvimento Urbano: O SIG também é útil e aplicável ao desenvolvimento urbano. O banco de dados GIS fornece informações valiosas não apenas para o planejamento de infraestrutura como estradas, esgoto e água potável, mas também ajuda a gerenciar serviços importantes para várias partes interessadas. O banco de dados GIS adequado fornece informações de planejamento cruciais para o desenvolvimento urbano das seguintes maneiras:
  • Planejamento de infraestrutura.
  • Planejamento do uso da terra.
  • Planejamento ambiental.
  • Planejamento de desenvolvimento de favelas.
  • Desenvolvimento econômico local.
  • Apoio ao sustento.
  • Planejamento relacionado à saúde e educação.
  1. Mapeamento: Um dos fundamentos do GIS é o mapeamento. As pessoas aprenderam a usar e apreciar o valor dos mapas de “novas mídias” e o GIS pode explorar isso. Os mapas são usados ​​para os seguintes fins:
  • As pessoas usam mapas para muitas atividades, por exemplo para comunicar e transmitir grandes quantidades de informações.
  • Para encontrar determinado padrão, por exemplo idade média do crime.
  • Para ver as informações ao longo do tempo.
  • Para obter novas informações usando certas análises.
  • Para comunicar ideias, conceitos e designs.
  • Para obter o relatório de status.
  • Para compilar informações geográficas, ou seja, para compilar e manter inventários de informações (por exemplo, hidrologia, solos, geologia, transporte e limites).
  1. Topografia: O GIS também é aplicável ou útil em levantamentos. O software GIS fornece as ferramentas para capturar e criar novos dados com recursos móveis avançados que podem melhorar a coleta de dados de campo, inventários e integração no levantamento topográfico. O desenvolvimento da terra por meio de levantamento envolve várias áreas a serem consideradas, incluindo o seguinte:
  • Geometria do site.
  • Estradas.
  • Sistemas de drenagem.
  • Serviços de utilidade pública.
  • Limites de propriedade.
  • Construindo um site.
  1. Transporte: O GIS é um sistema de informação especializado na entrada, gestão, análise e reporte de informação geográfica sobre o sistema de transporte. O GIS é aplicável ao transporte das seguintes maneiras:
  • O GIS ajuda a melhorar a trafegabilidade de todas as estradas.
  • O GIS ajuda os aviões a voar com facilidade no ar, incluindo sua decolagem e aterrissagem.
  • Também evita a incidência de perigos no céu, tanto em terra como no ar.
  • Também auxilia os velejadores a navegar em corpos d'água, incluindo a saída e a chegada aos seus destinos.
  1. Censo: A aplicação do Sistema de Informação Geográfica (SIG) nas ciências socioeconômicas está crescendo rapidamente, especialmente para dados censitários, que é uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento mundial e redução da pobreza. Até agora, todos os países do mundo estão usando algum elemento do GIS na condução de seus censos populacionais. O GIS como um sistema baseado em computador permite que as informações geograficamente referenciadas sejam capturadas, armazenadas, editadas, exibidas, analisadas e impressas. Com este dispositivo, o censo de qualquer país pode ser analisado para trazer à tona os seguintes fatos.
  • Tamanho da população.
  • Estimativas de receita.
  • Prevê as necessidades econômicas futuras.
  • Determinação do nível de desemprego.
  • Determinação do padrão de vida.
  • Formulação de políticas econômicas.
  • Número de imigrantes.
  • Distribuição de recursos.
  • Fornecimento de amenidades sociais.
  • Decisões de investimento.
  • Revela o nível de mão de obra.
  • Atribuição de assentos parlamentares.

ARMADILHAS COMUNS DA ESTRATÉGIA DE IMPLEMENTAÇÃO DE SIG

A mera presença de um plano de implementação não garante o sucesso do SIG. A maioria das organizações não tem equipe suficiente para lidar com o compromisso e o trabalho extra necessário ao introduzir um GIS nas operações existentes. Existem várias armadilhas que na maioria das vezes contribuem para o fracasso de uma estratégia de implementação de GIS. Estes são identificados abaixo:

  1. Falha em identificar e envolver todos os usuários: Os usuários em um ambiente GIS operacional consistem em operações e níveis de política da organização. Todos os três níveis devem ser considerados ao identificar as necessidades de seus usuários.
  2. Falha em combinar a capacidade e as necessidades do GIS: Atualmente existe um amplo espectro de opções de hardware e software GIS. O comprador enfrenta um desafio significativo ao fazer a escolha certa. Lembre-se, a escolha certa será o GIS que fornecerá o desempenho necessário nem mais, nem menos com o mínimo de investimento. O sucesso de uma implementação de GIS é particularmente sensível às escolhas certas de hardware e software.
  3. Falha na identificação dos custos totais: O custo de aquisição do GIS é relativamente fácil de identificar. No entanto, representará uma fração muito pequena do custo total de implementação de um SIG. Os custos contínuos são substanciais e incluem manutenção de hardware, pessoal, administração do sistema, atualização inicial de dados, programação personalizada e taxas de consultoria.
  4. Falha na realização de um estudo piloto: O plano de implementação do GIS se preocupa com as muitas questões técnicas e administrativas e seus impactos de custo relacionados. Três das questões mais cruciais são o design do banco de dados, carregamento e manutenção de dados e operações do dia-a-dia. O estudo piloto permitirá que você reúna observações detalhadas, desde que seja adequadamente projetado, para permitir que você faça uma estimativa eficaz dos requisitos operacionais.
  5. Atribuindo a responsabilidade da implementação do SIG ao departamento da EDP: Devido às diferenças distintas do GIS em relação aos sistemas EDP convencionais, a equipe de implementação do GIS é melhor composta por tipos de processamento que não sejam de dados. As habilidades especializadas do “Analista de GIS”São necessários nesta fase. Depender de pessoal convencional da EDP que não tem essas habilidades irá garantir o fracasso.
  6. Falha ao considerar a transferência de tecnologia: O treinamento e o suporte para a aprendizagem contínua, tanto para o pessoal interno como para o pessoal novo, são essenciais para uma implementação bem-sucedida. O pessoal dos três níveis deve ser educado no que diz respeito às funções do GIS na organização. A educação e o conhecimento do SIG só podem ser obtidos por meio de exercícios de aprendizagem contínua. Nada pode substituir o investimento de tempo prático com um GIS.

PROBLEMAS DE IMPLEMENTAÇÃO DE SIG NA NIGÉRIA

Vários problemas estão militando contra a implementação do GIS na Nigéria. Esses problemas são:


Ajuda para a criação de aplicativo de mapa da Web - Sistemas de Informações Geográficas

International Journal of Web Engineering

Sistema de mapeamento da web para gestão de áreas públicas em países em desenvolvimento

Eugène C. Ezin, Aurince J. Akakpo

Unité de Recherche en Informatique et Sciences Appliquées, URISA, Institut de Mathématiques et de Sciences Physiques, IMSP, Universidade de Abomey-Calavi, Benin, BP 613 Porto-Novo, República do Benin

Correspondência para: Eugène C. Ezin, Unité de Recherche en Informatique et Sciences Appliquées, URISA, Institut de Mathématiques et de Sciences Physiques, IMSP, Universidade de Abomey-Calavi, Benin, BP 613 Porto-Novo, República do Benin.

E-mail:

Copyright © 2012 Scientific & Academic Publishing. Todos os direitos reservados.

O mapeamento na Internet é um campo em crescimento com muitas aplicações que usam dados cartográficos. As tecnologias disponíveis diferem significativamente em sua complexidade, custo e abertura. Este trabalho aborda uma solução de mapeamento da Web de três componentes para gerenciamento de área em um conselho municipal no Benin. A implementação foi feita graças a um banco de dados geográfico PostgreSQL / PostGIS que gerencia dados espaciais e de atributos. O servidor geográfico usa esses dados espaciais para produzir camadas de mapa, graças aos requisitos do aplicativo da web. O último é baseado nas páginas do servidor java e tecnologias de servlets para gerenciar o lado dinâmico do sistema. O sistema proposto permite que os usuários interajam com ele usando um navegador da Web ou serviços de mensagens curtas de telefones celulares. A descrição completa do sistema é apresentada neste artigo.

Palavras-chave: Sistema de Informação Geográfica, Tecnologias da Web, Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Espaciais


Ajuda para a criação de aplicativo de mapa da Web - Sistemas de Informação Geográfica

Acrobat Distiller 11.0 (Windows)

uuid: 7be594ca-789f-4771-9b1b-105ec022ee09 uuid: d25c0fcc-722c-47d0-929c-cd208ada4c07 endstream endobj 3 0 obj> endobj 4 0 obj> endobj 6 0 obj> endobj 7 0 obj> >> / AnnObject> [20 0 R 21 0 R] / Pai 4 0 R / MediaBox [0 0 595 842] >> endobj 8 0 obj> endobj 9 0 obj> endobj 10 0 obj> endobj 11 0 obj> endobj 12 0 obj> endobj 13 0 obj> endobj 14 0 obj> endobj 15 0 obj> endobj 16 0 obj> endobj 17 0 obj> stream x W] o 6% 7 ! K `X .h I e u % ' H

Resultados

De 23 de maio a 14 de agosto de 1997, 59 casos de shigelose foram identificados entre os beneficiários de cuidados de saúde em Fort Bragg. Um total de 58 isolados de Shigella foram recuperados de amostras de fezes enviadas para análise. Cinquenta e seis isolados eram de indivíduos sintomáticos e 2 eram de familiares assintomáticos. Todos os isolados foram caracterizados pelo laboratório como S. sonnei em todos os casos, exceto 7, foi feita referência a um serogrupo específico (isto é, grupo D).

Os testes de sensibilidade antimicrobiana revelaram que, dos 58 isolados analisados, 54 eram resistentes à ampicilina (93%), 55 eram sensíveis ao sulfametoxazol-trimetoprima (95%) e todos os 58 eram sensíveis à ciprofloxacina. Entre os isolados testados, 100% foram sensíveis à cefuroxima (55/55), cefotetano (40/40), gentamicina (16/16) e tobramicina (16/16). Doze (80%) dos 15 testados foram resistentes à cefalotina e 8 (50%) dos 16 apresentaram resistência intermediária à ticarcilina / clavulanato. Todos os pacientes foram tratados com sucesso com ciprofloxacina (somente adultos) ou sulfametoxazol-trimetoprima.

Casos de S. sonnei A infecção foi identificada pela primeira vez no final de maio, com o pico de incidência ocorrendo no final de junho (figura 1). A epidemia aparentemente começou entre os indivíduos que residem na comunidade local em torno da instalação militar de Fort Bragg (residentes fora do posto), porque os primeiros casos identificados entre os residentes da instalação (residentes no posto) começaram quase 3 semanas depois. O padrão epidêmico foi bimodal entre residentes fora do posto (semanas 3–5 e 8–10), ao passo que houve um forte pico único entre os casos ocorrendo no pós (semanas 6 e 7). A idade dos indivíduos identificados como infectados variou de 1 a 43 anos (média de 13,13 anos). Quarenta e seis por cento das pessoas infectadas eram do sexo masculino. Casos tendiam a se agrupar em domicílios 38 (64%) de 59 casos ocorreram em residências das quais mais de 1 amostra de cultura positiva foi obtida.

Cinqüenta e três dos 59 indivíduos infectados com S. sonnei (90%) residiam no condado de Cumberland, Carolina do Norte, no momento do diagnóstico destes, 52 podiam ser geocodificados. Aproximadamente metade dos casos identificados (30 de 59) ocorreram entre beneficiários que viviam na instalação de Fort Bragg. Durante as semanas de pico da epidemia, a maioria dos casos ocorreu entre residentes no posto (figura 1).

A análise da distribuição geográfica e as datas de início dos casos indicaram um agrupamento de casos no espaço-tempo significativo (PJ [k] = 0,002 para os casos vizinhos 1, 2 e 3, onde PJ [k] denota a probabilidade de que o número total de casos seja de correção Simes significativamente agrupada, P = 0,02) (figura 2). Assim, para qualquer caso, os 3 casos mais próximos tinham mais probabilidade de estar associados no espaço e no tempo do que seria esperado ao acaso. A ocorrência de agrupamento no espaço-tempo foi considerada uma indicação de transmissão local de infecção, embora uma única fonte não tenha sido identificada.

Conseguimos identificar focos de infecção em uma única área habitacional da instalação de Fort Bragg (figura 2). Em um exame mais detalhado desta área, tornou-se aparente que a maioria dos casos neste agrupamento geográfico ocorreram entre residentes de um “microvizinho”, que foi definido por várias ruas dentro desta subdivisão (figura 3). Munida dessas informações, uma pequena equipe de especialistas em intervenção em doenças foi enviada para essa área. Entrevistas com famílias de casos e vizinhos revelaram que pequenas piscinas rasas comunitárias foram instaladas em certos pátios e frequentadas por crianças da maioria das famílias afetadas. Com a cessação desta atividade e a introdução de campanhas de informação e educação domiciliares, a disseminação nesta área foi interrompida.


Ajuda para a criação de aplicativo de mapa da Web - Sistemas de Informação Geográfica

Você solicitou uma tradução automática de um conteúdo selecionado de nossos bancos de dados. Esta funcionalidade é fornecida exclusivamente para sua conveniência e não tem a intenção de substituir a tradução humana. Nem a SPIE, nem os proprietários e editores do conteúdo fazem, e se isentam explicitamente, de quaisquer representações ou garantias expressas ou implícitas de qualquer tipo, incluindo, sem limitação, representações e garantias quanto à funcionalidade do recurso de tradução ou à precisão ou integridade de as traduções.

As traduções não são retidas em nosso sistema. O uso deste recurso e as traduções estão sujeitos a todas as restrições de uso contidas nos Termos e Condições de Uso do site da SPIE.

Encadeamento de serviços web e sua aplicação na integração e visualização da informação geográfica

Chuanbin Chen, 1 Qunyong Wu, 1,2 Chongcheng Chen, 1 Han Chen 1

1 Fuzhou Univ. (China)
2 Instituto de Ciências Geográficas e Pesquisa de Recursos Naturais, CAS (China)

ASSINAR A BIBLIOTECA DIGITAL

50 downloads por assinatura de 1 ano

25 downloads por assinatura de 1 ano

Inclui PDF, HTML e Vídeo, quando disponível

O rápido desenvolvimento da tecnologia de serviços da web introduz os Sistemas de Informação Geográfica (GISs) na era dos serviços da web de informações geográficas (GIWS), que requer um modelo de GISs escalável e extensível para fornecer informações geográficas distribuídas e funções de GISs integradas como serviços interoperáveis ​​fornecidos de forma independente em um ambiente de computação distribuído. Vários serviços distribuídos podem ser encadeados dinamicamente como um novo serviço para realizar uma tarefa específica. Esse modelo de encadeamento de serviços é um dos tópicos de pesquisa mais importantes dos GISs de próxima geração. O artigo destaca as questões de encadeamento de serviços, o processo de combinar várias GIWS distribuídas e interoperáveis ​​dinamicamente para construir aplicativos customizados e analisa os caracteres de cada padrão. Em seguida, com base no padrão de encadeamento coordenado pelo cliente, projetamos um encadeamento de serviço que é desenvolvido em um ambiente de desenvolvimento J2EE usando tecnologia de serviços da web e construímos uma plataforma de integração e visualização de dados geoespaciais orientada a serviços da web a fim de integrar multi- fontes e dados geoespaciais heterogêneos usando Geography Markup Language (GML) e tecnologia de integração de dados geoespaciais, e para visualizar informações geográficas usando Scalable Vector Graphics (SVG) e tecnologia JavaScript. Durante o processo de design, vários GIWS são definidos e funções, interfaces e métodos relacionados a esses serviços são discutidos em detalhes. O artigo enfoca o método para encadear GIWS distribuído, o mecanismo de disseminação de informação geográfica e tratamento de erros. Finalmente, dados geoespaciais florestais que possuem dois tipos típicos de dados E00 e Shapefile (SHP) foram usados ​​para testar a plataforma. O resultado indica que o uso de encadeamento de serviços para integração e visualização de dados geoespaciais heterogêneos e de múltiplas fontes pode atender com eficiência às necessidades personalizadas, mas mais pesquisas são necessárias para uma melhor aplicação.

e cópia (2006) COPYRIGHT Society of Photo-Optical Instrumentation Engineers (SPIE). O download do resumo é permitido apenas para uso pessoal.


Purdue e-Pubs

Título

Autores

Comentários

Esta é a versão manuscrita aceita pelo autor: Kong, N., Zhang, T., & Stonebraker, I. (2014). Métricas comuns para avaliar aplicativos de mapeamento baseados na web. Revisão de informações online, 38(7), 918-935. http://dx.doi.org/10.1108/OIR-06-2014-0140.

Este artigo é (c) Publicação do Grupo Emerald e foi concedida permissão para esta versão aparecer aqui http://dx.doi.org/10.1108/OIR-06-2014-0140. A Emerald não concede permissão para que este artigo seja copiado / distribuído ou hospedado em outro lugar sem a permissão expressa do Emerald Group Publishing Limited.

Resumo

Propósito - Este estudo visa estabelecer métricas comuns para aplicativos de mapeamento baseados na web para facilitar a tomada de decisão do usuário e aprimorar o design de produto dos provedores de informação.

Design / metodologia / abordagem - As métricas foram desenvolvidas a partir de uma combinação de revisão da literatura e estudos de caso. A partir da revisão da literatura, identificamos três áreas principais de avaliação para aplicativos de mapeamento baseados na web. Em seguida, estudamos seis aplicativos online para refinar as métricas.

Achados - Nossos resultados sugerem que os aplicativos de mapeamento baseados na web podem ser avaliados a partir de três aspectos principais: conteúdo de dados, funcionalidade GIS e usabilidade. Desenvolvemos medidas detalhadas para cada fator por meio de nossa avaliação das seis aplicações.

Implicações práticas - As métricas desenvolvidas a partir deste estudo podem ser usadas como um padrão para que os usuários de informações espaciais online escolham os produtos adequados de acordo com suas necessidades. Ele também pode fornecer informações valiosas para os provedores de dados melhorarem seus produtos.

Originalidade / valor - Até onde sabemos, este é o primeiro estudo que examinou sistematicamente aplicativos de mapeamento baseados na web em bibliotecas acadêmicas. Os resultados deste estudo podem ser uma ferramenta valiosa para bibliotecários, bem como para usuários de informações gerais, sem experiência em sistemas de informação geográfica e usabilidade para avaliar recursos de mapeamento online.

Palavras-chave

aplicativo de mapeamento baseado na web, sistemas de informação geográfica, SIG, usabilidade, biblioteca acadêmica


Título: Aplicação de sistema de informação geográfica a estudos de exploração em bacias sedimentares

A tecnologia GIS aplicada à bacia de San Juan inclui conjuntos de dados de superfície e subsuperfície que estabelecem uma perspectiva tridimensional da estrutura estratigráfica e estrutural fundamental da bacia e auxiliam na identificação das relações temporais e tectônicas das bacias em relação à origem e ocorrência de seus recursos . Entre os bancos de dados digitais usados ​​para mapeamento de superfície está o sistema US GeoData do Programa de Mapeamento Nacional do USGS, que inclui Modelos Digitais de Elevação (DEM) para elevações de terreno Digital Line Graphs (DLG) para informações planimétricas sobre limites, transporte, hidrografia e os EUA Dados do Sistema de Levantamento de Terras Públicas e Uso e Cobertura do Solo (LULC). Bancos de dados adicionais usados ​​para mapeamento de superfície incluem geologia superficial, localizações de poços de petróleo e gás, status de poços e campos de petróleo e gás. Os bancos de dados para mapeamento de subsuperfície incluem mapas de contorno de estrutura, isopach e mapas de fácies para as principais formações produtoras de petróleo e gás (falésias ilustradas, arenitos Gallup e Dakota e Grupo Mesaverde) de seções transversais, reconstruções paleogeográficas, mapas geofísicos e geoquímicos e produtos de mapas compostos. A tecnologia e o software atuais usados ​​incluem o sistema GIS ARC / INFO no computador PRIME, o banco de dados do Sistema de Controle de Informações do Poço de Petróleo (PI-WHCS) e software de mapeamento como Modelagem de Superfície Interativa (ISM) e Rede Irregular Triangulada Mais & raquo (LATA). & laquo menos


Baixe Agora!

Nós facilitamos para você encontrar um PDF Ebooks sem qualquer escavação. E tendo acesso aos nossos e-books on-line ou armazenando-os em seu computador, você tem respostas convenientes com A aplicação de sistemas de informação geográfica em. Para começar a encontrar The Application Of Geographic Information Systems, você está certo ao encontrar nosso site, que tem uma coleção abrangente de manuais listados.
Nossa biblioteca é a maior delas, com literalmente centenas de milhares de produtos diferentes representados.

Finalmente recebo este e-book, obrigado por todos estes A aplicação de sistemas de informação geográfica em posso obter agora!

Eu não pensei que isso iria funcionar, meu melhor amigo me mostrou este site, e funciona! Eu recebo meu e-book mais procurado

wtf este ótimo ebook de graça ?!

Meus amigos estão tão bravos que não sabem como eu tenho todos os e-books de alta qualidade, o que eles não sabem!

É muito fácil obter e-books de qualidade)

tantos sites falsos. este é o primeiro que funcionou! Muito Obrigado

wtffff eu não entendo isso!

Basta selecionar seu clique e, em seguida, o botão de download e preencher uma oferta para iniciar o download do e-book. Se houver uma pesquisa que leve apenas 5 minutos, tente qualquer pesquisa que funcione para você.


Baixe Agora!

Nós facilitamos para você encontrar um PDF Ebooks sem qualquer escavação. E tendo acesso aos nossos e-books on-line ou armazenando-os em seu computador, você tem respostas convenientes com A aplicação de sistemas de informação geográfica em. Para começar a encontrar The Application Of Geographic Information Systems, você está certo ao encontrar nosso site, que tem uma coleção abrangente de manuais listados.
Nossa biblioteca é a maior delas, com literalmente centenas de milhares de produtos diferentes representados.

Finalmente recebo este e-book, obrigado por todos esses A aplicação de sistemas de informação geográfica em posso obter agora!

Eu não pensei que isso iria funcionar, meu melhor amigo me mostrou este site, e funciona! Eu recebo meu e-book mais procurado

wtf este ótimo ebook de graça ?!

Meus amigos estão tão bravos que não sabem como eu tenho todos os e-books de alta qualidade, o que eles não sabem!

É muito fácil obter e-books de qualidade)

tantos sites falsos. este é o primeiro que funcionou! Muito Obrigado

wtffff eu não entendo isso!

Basta selecionar seu clique e, em seguida, o botão de download e preencher uma oferta para iniciar o download do e-book. Se houver uma pesquisa que leve apenas 5 minutos, tente qualquer pesquisa que funcione para você.